ATENÇÃO! Curso: Sinais de Psicologia

Em breve traremos informações sobre Curso para Intérprete/Tradutores de LIBRAS sobre sinais de Psicologia.

Objetivo: Aumentar o vocabulário específico da área, com seus jargões e nomes específicos - afim de atender surdos em sua formação universitária e demais cursos e palestras.


Conheça a cultura surda.
Aprenda a Língua de Sinais.
Participe das palestras.


Comunicação e Psicologia: Instrumentos de autoconhecimento e quebra de paradigmas.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Palestra Psicologia - FASE II

Boa tarde Amigos!

Depois de grande espera e expectativa, vamos nos encontrar no dia 9 de novembro (terça-feira) na UFPR (na mesma sala) às 19horas.

O Curso é APENAS para as pessoas que já participaram dos três primeiros encontros.

Por favor ajudem a divulgar para os nomes abaixo, pois o e-mail deles não constava na lista de presença.

- Aldewar B Costa
- Ariana Sanfelice Martins
- Bianca Khow
- Cedeline F S Bilébio
- Claudineia Regina Moletta
- Daiane Duarte
- Dagoberto Rocha Fagotti
- Izabel Eliane Giraldelo
- Josiane Maria Canduto Gomes da Silva
- Luiz Carlos Shipikoski
- Marcos Kleber de Oliveira
- Marjorie Bueno de Souza
- Mirian Sabbagh
- Nathalie Brito Santos
- Priscila Rosa Calixto Saad
- Reinaldo Alves Moreira

Um grande abraço e até lá.

Laís Guebur e Rita Maetri

Seminário - Participem

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Palestra: Psicologia do Intérprete

Tema: Psicologia do Intérprete de LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais
Data:
15/08/2010
Local: Pastoral de Surdos de Londrina
Horário: 9h

Quem é o intérprete de Língua de Sinais?

Segundo Quadros (2003): É o profissional que domina a Língua de Sinais e a língua falada do país e que é qualificado para desempenhar a função de intérprete. No Brasil, o intérprete deve dominar a Língua

Brasileira de Sinais e a Língua Portuguesa. [...] Além do domínio das línguas envolvidas no processo de tradução e interpretação, o profissional precisa ter qualificação específica para atuar como tal. Isso significa ter domínio dos processos, dos modelos, das estratégias e técnicas de tradução e interpretação. (...) O profissional intérprete também deve ter formação específica na área de sua atuação. (p. 27-28)


Temas abordados:

Além das informações do conteúdo a ser interpretado o intérprete precisa transmitir:

· CONFIABILIDADE / ÉTICA (Sigilo Profissional)

· IMPARCIALIDADE (O interprete deve ser neutro e não interferir com opiniões próprias);

· DISCRIÇÃO (O interprete deve estabelecer limites no seu envolvimento durante a atualização);

· DISTÂNCIA PROFISSIONAL ( O profissional interpreta e sua vida pessoal são separados);

· FIDELIDADE (a interpretação tem que ser fiel).


video

quarta-feira, 28 de julho de 2010



Contato Com O Mundo Surdo

O BLOG contato com o mundo surdo está preparando curso de sinais de PSICOLOGIA para profissionáis surdos e ouvintes com o objetivo de aumentar o vocabulário e jargões sobre essa temática ... Aguardem!!

terça-feira, 13 de julho de 2010

Grupo de Estudos - Análises das Práticas de Letramento de Estudantes Surdos do Ensino Médio Público de Curitiba e região Metropolitana

Data Reunião: 13/07/2010
Local: UFPR - Universidade Federal do Paraná
Horário: 14:00h

Tema: Identidades Surdas
Texto: Gladis T. T. Perlin

Mediadoras: Laís Guebur e Rita Maestri

O conceito sobre o Sujeito Surdo na Pós Modernidade
- Identidades plurais e multiplas;
- Identidades que transformam, e não são fixas, imóveis, estáticas ou permanentes;
- Podem ser contraditórias

Sobre o Estereótipo do Surdo

Ouvintismo: A forma mais presente do poder
- Ouvintismo tradicional
- Ouvintismo Natural
- Ouvintismo Critico

Identidades Surdas
- Hibridas
- Em Transição
- Incompletas
- Flutuantes
- Intermediária
- Diáspora
- Embaçada


video

terça-feira, 6 de julho de 2010

Palestra "A Psicologia na Formação do Professor Surdo" - 20 à 23 de julho - Fortaleza Ceará

Evento: IV Encontro Nacional de Estudantes de Letras/Libras - IV ENELL
Data: 20 à 23 de julho 2010
Local: CED - Centro de Eventos Dorotéias. Avenida Alberto Craveiro, 222 Castelão Fortaleza-CE
Tema: LIBRAS em Movimento: Aprendizado, Ensino e Tradução
http://www.4enell.com.br/

Palestra: A Psicologia na Formação do Professor Surdo
Equipe: Laís Guebur e Rita Maestri

Resumo: Na tentativa de estabelecer um modelo de um profissional surdo, tendo sua língua, cultura e identidade, possibilitando a sua subjetividade e integração no meio social propõe-se este trabalho. No contexto sócio-político-cultural atual, vê-se a figura do outro e do eu, como algo distante e inatingível. Ao estudarmos os processos de contrução do indivíduo perceb-se sua fragilidade e complexidade. A compreensão do funcionamento dos processos mentais e personalidade do indivíduo surdo - pela psicologia - são então essenciais para a contrução da identidade, saúde mental e comportamentos de todos os professores, a fim de uma eficiente qualidade de ensino junto aos participantes sonre os processos mentais envolvidos na construção do "eu" indivíduo / "eu" surdo / "eu" professor e comportamentos humanos. O que é a psicologia, e como podemos usá-la na formação e na docência enquanto professores, são conceitos básicos para fortalecimento e uma perpetuação concreta da cultura surda - com direitos e deveres do cidadão surdo - é essencial para o autoconhecimento enquanto indivíduos e como agentes de transformadores de condicionamentos hoje impostos. Para isso estaremos utilizando técnicas visuais através do método seriado que tem como característica a indução, e esperamos com este, proporcionar um cenário favorável ao embasamento da sua consciência e postura do surdo como profissional/professor.

Palestra "Quem é o Sujeito Surdo" - 01, 08 e 22 de junho



Áreas temáticas: Psicologia e Comunicação
Data: 01, 08 e 22 de junho
Local: UFPR - Universidade Federal do Paraná
Público Alvo: Estudantes surdos do curso de Letras/Libras, Liderança Surda e Surdos da Comunidade
Coordenação: Prof. Dra. Laura Ceretta Moreira e Prof. Dra. Sueli de Fátima Fernandes
Apoio: UFPR (Universidade Federal do Paraná) e NAPNE (Núcleo de Apoio as Pessoas com Necessidades Especiais)
Investimento: Gratúito
Carga Horária: 20h

Palestra: Quem é o indivíduo Surdo?
Equipe: Laís Guebur e Rita Maestri

Objetivo: Oportunizar aos surdos, uma visão - mesmo que superficial devido ao tempo - da psicologia como ferramenta de auto-ajuda para contrução do "eu".
Justificativa: Após um período de lutas, no qual os surdos foram rejeitados e maltratados pela sociedade, vindo de uma visão e educação ouvintista na qual tinha a surdez como patologia, hoje os surdos reconquistaram o seu espaço, sua cultura, sua identidade. Enfim, fazem valer "suas mãos" e sua língua. Este trabalho justifica-se por dar a oportunidade de uma construção saudável do surdo como indivíduo dentro da sociedade, formação de sua personalidade, do seu eu, do seu desenvolvimento psiquico e social. Neste estaremos apresentando um leque de informações sobre a psicologia do "eu" para servir como auto-ajuda para a comunidade surda.
Participantes da Palestra em 08/06/2010.